Transforme este blog em um ambiente de interação e reflexão. Fique à vontade para comentar.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Andarilhos

Andarilhos
Pedro Penido

Soube
que tempos atrás
um homem
diziam "louco"
começou a caminhar.

Rasgou a terra.
Rasgou o céu.
Rasgou o mar.

Não carregava comida
nem armas ou drogas.

"Nada essencial",
dizia.

Um andarilho
disposto a andar.

Vai tão longe
e tão louco
que apenas
a loucura
pode contar.

Um andarilho
em terra, céu ou mar.

É tão divino
quanto toda a fé
de todo um mundo
 que qualquer um
puder imaginar.

Um comentário:

  1. Excelente,caro primo.Seco e essencial,lírico e forte.Abração.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...